Agora saiu

Saiu o livro Geração zero zero. Estou lá com o conto “x”, inédito, mas que aparecerá também em “sol entre noites”, em breve. A chamada: o melhor da ficção brasileira do século XXI. Será? Provavelmente muita gente vai discordar. De minha parte estou preparado para duas coisas: para o silêncio ou para as porradas. De qualquer forma, sinto-me realizado, só pelo fato de Nelson de Oliveira, Milton Hatoum e minha esposa Ana gostarem do que escrevo.

Capa da antologia Geração zero zero