Os onze mandamentos do escritor brasileiro

1. Amar a Cormac McCarthy, Paul Auster e Philip Roth sobre todas as coisas.

2. Guardar segundas, terças, quartas, quintas, sextas, sábados e domingos para o boteco com colegas escritores.

3. Honrar a confraria e ir a todos os  lançamentos de livros.

4. Matar adjetivos e figuras de linguagem.

5. Roubar ideias, frases, parágrafos ou textos sempre que possível.

6. Levantar falso testemunho sobre a obra daqueles que não foram aceitos na confraria.

7. Desejar o talento do próximo.

8. Cobiçar o sucesso do próximo.

9. Cultivar a arrogância, a ignorância e a inveja.

10. Se novato, louvar os livros dos famosos e influentes. Se famoso, se manter famoso.

11. Amar a moda sobre todas as coisas.