Blog da Bethânia

Didi como Bethânia.

Li reações indignidas nos cinco cantos da Internet e também nos jornais, sobre a notícia a respeito do Blog da cantora Maria Bethânia. Desejava ou ainda deseja arrecadar um milhão e trezentos mil reais para a produção do seu Blog. Não sei se a quantia é excessiva, porque não sou do ramo e mesmo se fosse, precisaria de mais dados para confeccionar um orçamento. Sei que ela pretende fazer um blog de poesia, em que ela declamará versos e discutirá poesia em vários vídeos. Vários mesmo. Diários. Ora, a produção de um vídeo é coisa cara, todo mundo sabe. Então, qual é o problema? Na mesma reunião, foram aprovados outros projetos bem mais caros e muito mais polêmicos.

Ontem vi um trecho de um programa, na televisão aberta, em que um apresentador mostrava um carro do mesmo valor, um Lamborghini. Se de repente se revelasse que um jogador de futebol era o dono da máquina, será que haveria um motim do mesmo porte? Por que é que as pessoas se revoltam com um blog de milhão e meio de reais e não se manifestam contra o salário de um jogador de futebol? Parece-me que, no final das contas, o dinheiro sai do mesmo bolso. Entre Bethânia e um centroavante qualquer, eu prefiro que o dinheiro do meu imposto siga para os bolsos da cantora. Não entendo tanta revolta, tanto escândalo. Bethânia é um patrimônio cultural e se precisa de um milhão e meio de reais dos nossos impostos – ora, por que não? Melhor na bolsa dela do que na cueca de algum político, não? Melhor na carteira dela do que nos cofres de algum banco quebrado, não? Seria uma espécie de compensação pelos milhões de reais que perdeu para a pirataria, não?

Anúncios

3 comentários sobre “Blog da Bethânia

  1. No centro desta questão há um fato: não se dá valor à poesia nesse país. Li alguns comentários escandalizados de pessoas que se indignavam porque Betânia declamaria poesia: “Ora, bolas, um milhão de reais para declamar poesia? Que absurdo!”

    Na mente de muitas pessoas não há lugar — e consequentemente não há valor — para a poesia. Se Betânia estivesse pedindo seu milhão de reais para fazer um desses “projetos sociais” com crianças carentes que apenas exploram o complexo de culpa da sociedade para canalizar grana para objetivos de poder pessoal… Ah, se fosse para criancinhas carentes estava certo, mesmo que de verdade fosse para o bolso de um figurão.

    Mas não, fazer e distribuir poesia nesse mundo tão carente dela é um “absurdo”.

    Um P.S. importante: Maria Bethânia não perdeu “milhões” para a pirataria porque desde meados da década de 1990 (antes da época da pirataria) ela já estava devidamente demitida das grandes gravadoras e buscando as independentes para lançar seus discos. Quem está perdendo “milhões” com a pirataria são Bruno e Marrone, Kelly Key, Latino, Aviões do Forró, Claudia “Leitte” e outros quejandos.

    Mas… artista de verdade não pode ganhar dinheiro…

    P. P. S. Viva Maria Betânia. Sugiro que iniciemos um projeto para arrecadar um milhão de reais para ela, em desagravo pela crítica, só para mostrar que há pessoas nesse país para quem a poesia VALE um milhão de reais. Não me proponho a organizar, mas doo vinte reais se fizerem algo sério. Cinquenta mil pessoas arrecadariam o milhão, e seria um belo gesto de terrorismo poético para lançar na mídia.

  2. É muito simples. Só não vê quem não quer.
    Projeto caro e elitista.
    Simplesmente não agradou (está difícil para os admiradores da cantora entenderem isto), a população em geral não gostou.
    Não são todos que gostam da MB e de poesia.
    Isto está sendo imposto.
    As pessoas não gostaram, é caro e é dinheiro é nosso…..isso gera indignação.
    O Brasil e os brasileiros tem enormes problemas esperando por soluções.
    Não vai ser a poesia que vai “revolucionar o cotidiano de cada um” (frase sem a menor propriedade dita por um dos integrantes da equipe de tal blog).
    E mais, tudo isto chegou até o estágio atual, porque o Ministério da Cultura é incompetente e irresponsável.

  3. Não concordo…a Bethânia é uma artista famosa e rica. Ela conseguiria esse dinheiro da iniciativa privada facilmente. Há muitos artistas anôninos precisando de ajuda para realizar sua arte, estes sim merecem dinheiro de nossos impostos.
    E mais…um cachê de 600 mil??? Quantos artistas no Brasil ganham um cachê desse? Acho injusto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s